CATHERINE STRYNCKX

De nacionalidade francesa. Membro fundador do Serenade String Trio e do grupo de música contemporânea Sirius, do trio A Piacere, do Stretto Duo com Acordeão (com P.J. Ferreira), do Transfiguratioensemble (com o António Carrilho), e do Quarteto Lopes-Graça.

Trabalhou sob a direcção de R. Goebel, T. Koopmann, C. Coin e Fabio Biondi. Gravou 7 discos, dos quais o “Quarteto para o Fim dos Tempos” e a integral de Lopes-Graça para quarteto e piano com Olga Prats.

Apresentou-se em concerto nos Estados Unidos, Alemanha, Suíça, República Checa, Eslováquia, Argentina, Tailândia, Sultanato de Omão, Malta, Quirguistão, Peru, Brasil, França.