KATHARINE RAWDON

Katharine Rawdon é uma flautista americana versátil e reconhecida internacionalmente. Nomeada Artista Powell, foi escolhida pessoalmente pela lendária empresa americana para a representar em Portugal e no estrangeiro, apresentando recitais e masterclasses. Em Abril de 2018, tocou no concerto inaugurativo do novo modelo Ouro 18k da Powell Flutes em Paris, ao lado de Philippe Bernold e Jean Ferrandis.

Durante 25 anos foi Chefe de Naipe de Flauta da Orquestra Sinfónica Portuguesa do Teatro Nacional de São Carlos, onde tocou com maestros de renome como Rafael Frübeck de Burgos, Nello Santi, Antonio Pirolli e Michel Plasson. Nos Estados Unidos, tocou na Tanglewood Festival Orchestra sob os maestros Kurt Masur e Leonard Bernstein.

Katharine Rawdon tocou vários concertos de flauta com uma variedade de épocas estilísticas, de Bach a Boulez e Delgado, com as orquestras mais distintas de Portugal, e em Nova Iorque e Califórnia. Foi premiada nos concursos Artists International Debut, Fischoff e Yellow Springs, e recebeu honras académicas incluindo a Phi Beta Kappa, e Thomas J. Watson Foundation Fellow.

É fluente no uso de todas as flautas transversais, do flautim ao contrabaixo e à flauta barroca. Tem actuado pela Europa, América e Índia, tanto a solo como com os ensembles Syrinx:XXII, Syrinxello, La Paix du Parnasse, e Machina Mundi, e pontualmente com a Sinfonia Varsóvia, e o Quarteto Leipzig com a harpista Marie-Pierre Langlamet, da Filarmónica de Berlim. Foi também flautista da Orquestra Utópica, estreando dezenas de obras de compositores portugueses e estrangeiros.

Como professora, tem apresentado masterclasses por Portugal, e pelos Estados Unidos no Curtis Institute, em Philadelphia, para a Primavera Fund, e em Manhattan como Artista Powell. Tem servido várias vezes no júri dos Prémios Jovens Músicos, e foi co-fundadora da Academia de Flauta de Verão.

Actualmente é docente na ESART, em Castelo Branco.

Em 2018 renunciou a posição na orquestra para seguir projectos criativos, incluindo actuações a solo, música de câmara, ensino, composição, e formação em Integrated Practice.

É diplomada pela Pomona College (Califórnia) e pela Manhattan School of Music, e detém o Título de Especialista da ESART-IPCB. Os professores que mais a marcaram foram Gary Woodward e Anne Zentner em Los Angeles, Carol Wincenc e Robert Dick em Nova Iorque, e Paul Verhey em Amsterdão.