PROJECTOS EM CURSO

ZÊZERE ARTS

O ZêzereArts é um festival de verão anual que decorre ao longo de 2 a 3 semanas nos fins Julho/inícios de Agosto, na região do Médio Tejo, em Portugal. Em 2020, o festival celebra o seu 10º aniversário, 10 anos durante os quais apresentou mais de 150 performances a públicos locais e internacionais, enquanto decorriam masterclasses e cursos para cantores solistas, coralistas e jovens talentosos instrumentistas de cordas.

O conceito do ZêzereArts combina ensaios e aulas com a oferta de performances de alta qualidade, num ambiente animado e positivo de um tradicional festival de Verão. Os estudantes beneficiam da oportunidade de preparem performances sob a orientação de músicos profissionais, professores altamente qualificados, maestros e equipa técnica. Os estudantes e os profissionais trabalham e apresentam-se em conjunto, um aspecto crucial deste conceito, atmosfera e sucesso do festival.

Ao longo dos anos, o ZêzereArts tem atraído estudantes, jovens cantores de ópera, coralistas e instrumentistas de cordas emergentes de toda a Europa e também de Hong Kong, Estados Unidos da América e América do Sul. Integrando-se a uma forte participação local, a colorida e a presença resultante é recebida com entusiasmo pela comunidade. É a atmosfera ideal para estudantes e jovens profissionais desenvolverem as suas capacidades, adicionando aos seus curriculae uma valiosa experiência, para performers ou professores já estabelecidos reviverem e se actualizarem ou experimentarem algo novo e, ainda, para que amadores de qualidade possam ter uma experiência de alto nível.

Uma residência intensiva de duas semanas engloba aulas individuais, ensaios de música de câmara, ensaios corais e orquestrais, assim como ensaios e encenação de produções operáticas anuais ou semestrais. Cada festival apresenta pelo menos uma performance por dia (às vezes duas) e é um dos principais contribuintes para a vida cultural da região do Médio Tejo.

As principais produções operáticas já realizadas incluem: Die Zauberflöte (Mozart), Cosí fan Tutte (Mozart), Don Giovanni (Mozart), Street Scene (Kurt Weill), Giulio Cesare (Handel), La Cenerentola (Rossini) e mais recentemente, Le Nozze di Figaro (Mozart). Muitas destas produções foram adaptadas a locais específicos: Die Zauberflöte num parque da cidade, Giulio Cesare no claustro do Convento de Cristo e Street Scene no mercado coberto de Ferreira do Zêzere. Muitas delas, mais notavelmente Street Scene, beneficiaram da participação de grupos de música locais. Oratória, dança, música de câmara e orquestral, todos estes géneros foram apresentados nos impressionantes espaços patrimoniais que a região tem para oferecer, como a antiga Vila de Dornes, o Mosteiro da Batalha, o Convento de Cristo ou o Castelo de Almourol.

Jovens instrumentistas de cordas, portugueses e internacionais, têm aproveitado esta oportunidade para estudar intensivamente com professores de grande prestígio internacional como Ilya Grubert, Ophélie Gaillard ou Jirí Hudec, e apresentar o seu repertório de concerto com a orquestra do festival, staff e estudantes a fazerem música em conjunto na tradição do ZêzereArts. Cantores solistas emergentes têm oportunidades únicas de trabalhar papeis de ópera pela primeira vez, realizar partes a solo em concertos de oratório, recitais e têm levado ainda a sua música para perto das pessoas, cantando em restaurantes, espaços abertos e casa de repouso.

Desde 2015, o festival tem estado sob os auspícios da Musicamera Produções. Atraiu o apoio da Direção Geral do Património Cultural, da Direção Geral das Artes, do Convento de Cristo, dos Municípios de Ferreira do Zêzere, Tomar, Vila Nova da Barquinha e Batalha, assim como do Programa Europeu de Financiamento Regional, Portugal 2020 (contribuição de 3 anos, de 2017 a 2019).

CONTACTOS

Rua Ovídio Martins, 6
2855-355 Corroios, Portugal
geral@musicamera.pt
+351 217 165 158

REDES SOCIAIS