SUGESTÕES PARA UM CONFINAMENTO CULTURAL III

Sugestões para um confinamento cultural com curadoria Musicamera!

A Primavera está prestes a bater-nos à porta, o sol já nos brinda com a sua luz e calor, e a vontade de passear, viajar e (re)visitar lugares chama por nós. Felizmente com eles, ainda que a apelar a uma grande cautela, chega também o tão aguardado e desejado desconfinamento.

Esperamos que esteja para breve o reencontro com amigos e familiares e que, com esperança e os olhos postos num futuro mais desafogado, possamos regressar à ansiada normalidade.

Para a motivação ser ainda maior, a equipa Musicamera preparou para esta quinzena uma série de sugestões de filmes, músicas e livros pensadas sob o mote “liberdade”.

Assim convidamo-lo a mergulhar no conto d’A Menina do Mar de Sophia de Mello Breyner Andresen. Se nunca o leu, ou se o pretende reler, que melhor desculpa tem para ir novamente visitar uma biblioteca ou livraria entretanto reabertas?
Sugerimos também dois filmes fantásticos, antecipando o tão aguardado regresso dos espectáculos ao vivo e, como banda sonora nos seus passeios ao ar livre, disponibilizamos-lhe uma Playlist Primaveril para o acompanhar.

Esperemos que o nosso reencontro esteja para breve!

Até lá, não esqueça, Live Music With Passion!

[filme]

Le Concert de Radu Mihaileanu

Um antigo maestro do Teatro Bolshoi vê a sua carreira ser publicamente destruída por apoiar músicos judeus e é reduzido a trabalhar como contínuo do teatro onde outrora dirigia a orquestra.
Surge então uma inseperada oportunidade de reunir os seus antigos músicos no Théâtre du Châtelet em Paris.

IMDB

[filme]

Il Bacio di Tosca de Daniel Schmid

Fundado por Giuseppe Verdi, Casa di Riposa é um lar para cantores de ópera reformados. Uma história tocante e hilariante sobre o envelhecimento e o poder e contínua inpiração que a música transmite, independentemente da idade.
Este filme, que já se considera de culto, encontra-se entre os favoritos dos amantes de ópera e de música, tendo captado o mundo onde estes cantores revivem e reencenam os seus papeis de um passado glorioso.

IMDB

PLAYLIST MAR.2021 pela Musicamera

Antecipando o tão esperado reencontro com a música ao vivo, este mês, a nossa equipa disponibiliza uma compilação para o acompanhar neste lento, mas necessário, desconfinamento.

Sigam o link e desfrute!

LINK

[canção]

Música para a Poesia Portuguesa de Clotilde Rosa

Clotilde Rosa inspira-se em poemas de diversos poetas portugueses que deu origem a esta compilação a esta canção.

LINK

[livro]

A Menina do Mar de Sophia de Mello Breyner Andresen

Publicado em 1958, A Menina do Mar é o primeiro livroinfantil da autora. É um conto escrito em prosa poética que conta a história de uma pequena menina que vive no fundo do mar, de um menino que adora o cheiro da maresia e da sua comovente amizade. Em 1961 a Valentim de Carvalho editou a leitura dramatizada do livro, com música de Fernando Lopes-Graça, encenado por Artur Ramos e com interpretações de Eunice Muñoz, Francisca Maria, António David e Luís Horta.

Leitura Dramatizada - A Menina do Mar (um conto em 4 atos)

CONTACTOS

Rua Ovídio Martins, 6
2855-355 Corroios, Portugal
geral@musicamera.pt
+351 217 165 158

REDES SOCIAIS

SUGESTÕES PARA UM CONFINAMENTO CULTURAL II

Sugestões para um confinamento cultural com curadoria Musicamera!

A arte tem diversas ramificações. Por vezes os seus ramos interligam-se e influenciam novas criações. Assim vamos descobrir a origem de algumas peças musicais que emprestaram a outras as suas ideias, mensagens e sentimentos.

Também assim é com o ser humano. As ligações e parcerias são algo inato. Hoje, devido às circunstâncias excepcionais em que nos encontramos, tentamos criar alternativas que fomentem estas uniões de modo a trazer um senso de normalidade às nossas relações.

Assim, esta semana, convidamo-lo a viajar por filmes, música e livros que foram inspirados ou inspiraram outras formas de arte.

Apresentamos também uma novidade em primeira mão.
Apesar de não podermos ainda pisar os palcos, continuamos a trabalhar freneticamente para o nosso público, para os nossos músicos e para os nossos artistas de todas as idades.

Lançámos o repto à Câmara Municipal de Ourém no sentido de integrar o rol das cidades abrangidas pelo Festival ZêzereArts, o que nos proporcionaria duas novas valências: a abertura de um Curso de Música de Câmara para Sopros e um novo "Estágio de Orquestra Jovem”, para animar as noites do belíssimo Castelo e do renovado teatro daquela cidade da região do médio Tejo.

Esperemos que as Tágides nos sejam benévolas!

Até lá, não esqueça, Live Music With Passion!

Elektra Movie

[filme]

ELEKTRA de Götz Friedrich

“Tudo é permitido, desde que não se altere a música e que a encenação não seja aborrecida”. Versão de Götz Friedrich da ópera clássica de Richard Strauss baseada na tragédia grega sobre a princesa Elketra, que sonhava em vingar o assassinato do seu pai Agamemnon.

IMDB

Divina Comedia Manoel de Oliveira

[filme]

A Divina Comédia de Manoel de Oliveira

Os pacientes de um hospício sofrem de delírios religiosos e vêem-se como Adão e Eva, personagens de um romance de Dostoievski, profetas, etc.
Todos defendem os seus pontos de vista, expondo-os com pouca elegância ou inteligência.

IMDB

[poema sinfónico]

Prelude à l’après-midi d’un Faune de Claude Debussy
Poema de: Stéphane Mallarmé (1865)
Sinfonia que ilustra o poema de Mallarmé, onde um fauno, tocando a sua flauta de pan sozinho na floresta se excita com a passagens das ninfas, preseguindo-as sem sucesso e adormecendo seguidamente num sono cheio de visões.

LINK

[poema sinfónico]

Prelude à l’après-midi d’un Cigalle de Quarteto Lopes-Graça

Quarteto que o compositor Amílcar Vasques Dias compôs para o Quarteto Lopes-Graça inspirado na obra de Debussy.
"É uma furiosa monodia metálica imaginária na zineira do estio: o zunir, ziar, tinir, zumbir, ciciar, sibilar, zinir, ziziar, fretinir, cigarrear, cigarrar, das cimbálicas membranas estridulantes de milhares de fabulosas criaturas - antes do merecido repouso nos galhos de frondosos arvoredos!”

LINK

[poema sinfónico]

A Sea Symphony de Ralph Vaughn Williams
Poema de: Walt Whitman(1855)
Composição para orquestra e coro escrita entre 1903 e 1910, A Sea Symphony ou Sinfonia nº1 é a mais longa sinfonia do seu autor.
Esta é uma das primeiras sinfonias onde é usado um coro ao longo da obra, sendo este parte integrante da textura musical.

LINK

[livro]
The House of the Dead de Fyodor Dostoyevsky

Inspirou: From the House of Dead de Leos Janacek (1930)
Baseado em experiências do autor durante o seu exílio numa prisão da Sibéria, a obra expõe as condições a que os prisioneiros estavam sujeitos, mas, ao mesmo tempo, expõe também o lado humano dos mesmos e a redescoberta dos valores do perdão e fraternidade.

Ópera - From the House of Dead de Leos Janacek

CONTACTOS

Rua Ovídio Martins, 6
2855-355 Corroios, Portugal
geral@musicamera.pt
+351 217 165 158

REDES SOCIAIS

SUGESTÕES PARA UM CONFINAMENTO CULTURAL I

Sugestões para um confinamento cultural com curadoria Musicamera!

Face aos desafios impostos pela pandemia em que vivemos, estamos juntos na difícil, mas essencial, tarefa de estar em casa.

Aproveite as nossas sugestões e deixe que a cultura nos aproxime.

Por isso, queremos dizer-lhe Olá, queremos dizer-lhe Obrigado!
A melhor maneira que a nossa equipa encontrou para o fazer foi compilando uma série de sugestões dentro do universo das artes e da cultura, esperando assim facilitar o tempo passado em casa.

Propostas para ver, para ouvir, para ver e ouvir, e para ler. Para que desfrute da beleza da arte da melhor maneira possível.

Aproveitamos a ocasião para, com prazer, anunciar em primeira mão que, por iniciativa do Centro de Investigação e Informação da Música Portuguesa, foi formalmente criada a riZoma : Plataforma de Intervenção e Investigação para a Criação Musical. Uma estrutura que a Musicamera se orgulha de integrar e que almeja, entre outras funções, estimular uma massa crítica de intervenção, para dialogar com as tutelas e defender os valores endógenos à criação e prática musical contemporânea.
Toda a informação estará, em breve, numa plataforma própria.

A Musicamera deseja-lhe e aos seus o melhor para os tempos que se avizinham!

 

[filme]

SHINE de Scott Hicks

Levado ao extremo pelo seu pai e professores, David acaba internado devido a um esgotamento nervoso. Anos mais tarde retorna ao piano sendo aclamado pela crítica. Filme emocionante e intemporal, baseado na história verídica do pianista David Helfgott. Impossível não referiri a interpretação inesquecível de Geoffrey Rush que lhe valeu o Oscar de Melhor Actor em 1997.

IMDB

[concerto online]

MÁRIO LAGINHA no Festival Criasons

O CriaSons continua a ser um dos nossos eventos mais acarinhados. Enquanto esperamos pelas novas datas dos 3º, 4º e 5º concertos desta edição incrível, porque não revisitar o memorável concerto que teve Mário Laginha como compositor residente. Deixe-se transportar para o Salão Nobre do Teatro Nacional de São Carlos e para o programa “Que Música é Esta?” que conta com obras de Luís Tinoco, Gyorgy Ligeti, de Mário Laginha, e de Francisco Fontes.

LINK

 

[concerto online]

HYPERSOUNDS VI da MusicDesk Concert Series

Após o convite do compositor e organista Marco Bidin, a Lisboa Incomum co-organiza o 6º concerto do Hypersounds - online events of music, media and sound art, da Musicdesk.
O concerto conta com coordenação de Jaime Reis e apresenta o Laboratório de Música Mista - José Luís Ferreira da Escola Superior de Música de Lisboa.
A transmissão pode ser vista no canal de Youtube da MusicDesk.

LINK

[álbum]

Complete Chamber Music, Vol. III de Joly Braga Santos

Está já disponível nas plataformas digitais o aclamado 3º volume de Música de Câmara de Joly Braga Santos, editado pela conceituada Toccata Classics.

LINK

[#playlist]

PLAYLIST FEV.2021 pela Musicamera

A Musicamera quer que os acordes que vão pautando a sua actividade não deixem de vos acompanhar em casa. Pelo que, este mês, disponibilizamos uma compilação para lembrar e antecipar o reencontro ao vivo.

Sigam o link e desfrutem!

LINK

[livro]
MORTE EM VENEZA de Thomas Mann

Obra-prima da literatura - e posteriormente do cinema com a adaptação de Michelangelo Antonioni - o livro conta a história de Gustav von Aschenbach, um reputado escritor de meia-idade de visita a Veneza, que se apaixona platonicamente por Tadzio, um atraente jovem polaco. Neste enredo, Mann leva, brilhantemente, as noções de romance mais além. Como? Graças à sua técnica, narrativa e generosas lições sobre o fazer artístico e sobre como um artista deve possuir uma visão estética sobre o mundo.

Banda sonora - Adagietto da 5ª Sinfonia de Mahler

[ebook]

DAMA DAS CAMÉLIAS de Alexandre Dumas
Um dos romances mais célebres do século XIX que retrata a história de amor da cortesão Marguerite Gautier com Armand Duval, um jovem que tenta triunfar na sociedade parisiense. Este é a tragédia um amor platónico e impossível que levanta questões essenciais. Verdi inspirou-se neste clássico para escrever “La Traviatta”, uma das suas obras-primas. Porque não revisitá-la em confinamento, e ao ouvido, reflectindo sobre a vertigem da beleza, a decadência do amor ou a liberdade do romantismo? Quem sabe que obras podem surgir daí.

CONTACTOS

Rua Ovídio Martins, 6
2855-355 Corroios, Portugal
geral@musicamera.pt
+351 217 165 158

REDES SOCIAIS

APRESENTAÇÃO TRÍPTICO JOLY BRAGA SANTOS – INTEGRAL DE MÚSICA DE CÂMARA

APRESENTAÇÃO DO TRIPTICO JOLY BRAGA SANTOS

A Musicamera apresenta o evento que celebra o culminar do projecto de três anos “Integral da Música de Câmara de Joly Braga Santos”.

Depois da série de concertos estreados em 2017 no CCB - e que seguiu para apresentações em todo o país - e da edição dos dois primeiros volumes, é agora revelado o terceiro CD.

Assim, da vontade e desígnio de celebrar e divulgar a obra de música de câmara de uma das principais figuras da música portuguesa do século XX, terá lugar no próximo dia 18 de Dezembro, na Sala Amália Rodrigues do CCB, pelas 11h30, a apresentação do Tríptico Joly Braga Santos, Complete Chamber Music, editado pela editora inglesa Toccata Classics e distribuído mundialmente pela Naxos.

A apresentação tem início com um painel que conta com a moderação do programador e locutor André Cunha Leal, e a participação dos musicólogos Rui Vieira Nery e Bernardo Mariano, do compositor Alexandre Delgado, do radialista e director da Antena 2 João Almeida, e do contrabaixista, compositor e membro da direcção da Musicamera, Alejandro Erlich Oliva.

Segue-se uma intervenção musical a cargo de Olga Prats, Eliot e Jill Lawson, Catherine Strynckx e a filha do compositor, a violetista Leonor Braga Santos.

Será também exibida uma retrospectiva em vídeo dos vários concertos e fases do projecto.

O evento será também transmitido em live streaming nas redes oficiais da Musicamera.

Não perca a conversa e surpreenda alguém querido com os 3 CDs de Joly Braga Santos, este Natal!

CONTACTOS

Rua Ovídio Martins, 6
2855-355 Corroios, Portugal
geral@musicamera.pt
+351 217 165 158

REDES SOCIAIS

EM DEZEMBRO, BEETHOVEN – e a sua Época – BOMTEMPO EM DIGRESSÃO POR QUATRO CIDADES

BEETHOVEN - e a sua Época - BOMTEMPO em digressão em Dezembro

O projecto “Beethoven – e a sua época – Bomtempo” continua a levar a música de Beethoven a todo o país.

Pensado para assinalar os 250 anos do nascimento de um dos mais brilhantes compositores da história da música, junta ainda obras que exprimem a relação musical do próprio com outros nomes da sua época.

No início de Dezembro, o Quarteto Lopes-Graça (com o violinista convidado Eliot Lawson) e o celebrado pianista Lev Vinocour irão percorrer quatro cidades com um programa composto por três obras: o Quarteto em dá m, op.95, “Serioso” de Beethoven, seguindo-se o Quinteto “Laberinto del Oído” de César Viana, e por último, uma especial incidência no “Quinteto em Mi b M, op. 16” de João Domingos Bomtempo, considerado o mais Beethoviano dos compositores portugueses.

Esta tour celebratória começa às 19h00 do dia 3 de Dezembro no Teatro das Figuras, em Faro, segue para o Teatro – Cine de Pombal no dia 4, às 21h00,  no dia 5, estará às 16h00 na Igreja de Nossa Senhora da Graça (da Misericórdia), em Tomar, e termina, no Centro Cultural de Cascais, no dia 6 de Dezembro às 11h00.

Quatro oportunidades únicas de conferir a homenagem ao génio alemão por cinco intérpretes de luxo, assinalando a sua influência na produção musical ocidental, na forma como observamos a música, como a compomos, tocamos e escutamos.

CONTACTOS

Rua Ovídio Martins, 6
2855-355 Corroios, Portugal
geral@musicamera.pt
+351 217 165 158

REDES SOCIAIS

FESTIVAL CRIASONS III ARRANCA ESTA QUINTA-FEIRA

MAESTRO ANTÓNIO VICTORINO D'ALMEIDA PROTAGONIZA PRIMEIRO CONCERTO CRIASONS III

“Sinto que esta ideia já atingiu a sua maturidade, consolidou-se e assumiu identidade própria. Cinco compositores residentes – António Victorino d’Almeida, Carlos Azevedo, Pedro Caldeira Cabral, Tiago Derriça, Mário Laginha-, cinco programas reflectindo os seus interesses e influências pessoais, históricas, nacionais, internacionais. Cinco compositores emergentes – Vítor Castro, João Fonseca e Costa, Daniel Davis, Francisco Fontes, Luís Salgueiro -, cada um envolvido na criação de uma nova obra no âmbito do programa de cada um dos compositores residentes e da sua relação com o próprio."

É assim que o director artístico Brian Mackay apresenta a terceira edição do Festival Criasons, aquele que continua a promover e divulgar amplamente a música erudita, com particular incidência na criação contemporânea produzida em Portugal.

Na quinta-feira, dia 12 de Novembro, pelas 18h30, o Salão Nobre do Teatro Nacional de São Carlos recebe o primeiro de cinco concertos únicos. "As Suites Teatrais" é o título do programa inédito construído pelo *Maestro António Victorino d'Almeida que irá marcar o arranque deste evento único. A literatura dá o mote para um programa composto por três obras suas: “O Cerejal”, de 1982, A Relíquia" para Piano a 4 Mãos, de 2000 e "La puce à l’oreille" para quarteto de cordas, trompete, acordeão, harpa, piano e percussões, de 1983. O programa integra ainda a obra inédita do compositor emergente, Daniel Davis, “Between a Man and a Butterfly”, feita em especial para o festival.

A entrada é gratuita com obrigatoriedade de fazer reservas através do email geral@musicamera.pt e, claro, todas as recomendações de segurança da DGS estarão asseguradas.

Não perca esta hipótese de celebrar a literatura através das composições e interpretação de uma das figuras maiores da cultura nacional!

 

CONTACTOS

Rua Ovídio Martins, 6
2855-355 Corroios, Portugal
geral@musicamera.pt
+351 217 165 158

REDES SOCIAIS

DESCOBRIR NORONHA EM CASTELO BRANCO MUDA DE LOCAL

Recital Descobrir Noronha no Cine-Teatro Avenida

A Musicamera continua a apresentar a obra do compositor português Francisco de Sá Noronha.

Esta semana, "Descobrir Noronha" chega à cidade de Castelo Branco.

Anteriormente anunciado para o Museu Francisco tavares Proença, dia 8 de Novembro, pelas 17h00, é ao palco do Cine-Teatro Avenida que Luís Cunha Pacheco (violino) e Taissa Poliakova (piano) para apresentar um recital em que se irá continuar a desvendar a obra e vida aventurosa do compositor português, que foi também o nosso mais importante violinista virtuoso do século XIX.

Autor de um importante projecto de ópera nacional, compôs duas óperas baseadas em obras de Garret - Beatriz de Portugal e O Arco de Sant’Ana – e foi criador de numerosas operetas, algumas delas muito ao gosto do Brasil, onde viveu  intermitentemente cerca de 30 anos. Noronha foi também o nosso mais importante violinista virtuoso do século XIX.

As reservas podem ser efectuadas para bilheteira.ctavenida@gmail.com) ou directamente na bilheteira do Cine-Teatro Avenida

 

CONTACTOS

Rua Ovídio Martins, 6
2855-355 Corroios, Portugal
geral@musicamera.pt
+351 217 165 158

REDES SOCIAIS

ANTÓNIO VICTORINO D’ALMEIDA E MÁRIO LAGINHA APRESENTAM FESTIVAL CRIASONS III

3ª edição Criasons foi apresentada no Teatro São Carlos

No passado dia 27 de Outubro, terça-feira, foi apresentada a nova edição do Festival Criasons.

O foyer do Teatro Nacional de São Carlos foi o local onde o maestro Brian MacKay, director artístico do festival, e Alejandro Erlich.Oliva, da Musicamera, apresentaram a nova edição e os extraordinários cinco compositores que a protagonizam.

ANTÓNIO VICTORINO D'ALMEIDA, MÁRIO LAGINHA, CARLOS AZEVEDO, PEDRO CALDEIRA CABRAL E TIAGO DERRIÇA são os nomes convidados a construir Programas inéditos com obras suas, de outros nomes consagrados e também incluindo as obras inéditas compostas pelos compositores emergentes escolhidos em concurso.

A apresentação foi seguida por um momento que será difícil de esquecer: durante mais de 17 minutos, com as quatro mãos no piano, o Maestro Victorino d'Almeida e o músico Mário Laginha deliciaram todas as pessoas presentes com um improviso.

O primeiro dos concertos da 3ª edição do Festival Criasons é o que apresenta o programa de Victorino D'Almeida, intitulado "As Suites Teatrais". Dia 12 de Novembro, pelas 18h30, no Salão Nobre do Teatro Nacional de São Carlos, o conhecido maestro e compositor apresenta um programa inspirado na literatura e que é composto por obras suas e a nova obra do compositor emergente, Daniel Davis.
Com direcção do maestro Brian Mackay, contará com a interpretação do próprio António Victorino d’Almeida.

Dia 3 de Dezembro, será o dia da apresentação do Programa inédito de Mário Laginha.

 

CONTACTOS

Rua Ovídio Martins, 6
2855-355 Corroios, Portugal
geral@musicamera.pt
+351 217 165 158

REDES SOCIAIS

DESCUBRA A PROGRAMAÇÃO DO ZÊZEREARTS EM ÉVORA

No que é um ano especial, o ZêzereArts com edição especial em Évora | 26 Julho a 1 Agosto

No ano em que comemora a 10ª edição, e depois do anúncio do cancelamento dos cursos corais e da migração dos cursos de cordas deste ano para a cidade de Évora, o Festival ZêzereArts anuncia uma programação que vai levar o melhor da música erudita àquela cidade alentejana.

Ainda que num ano especial, o festival consegue um momento final público de uma experiência pedagógica que reúne dezenas de estudantes de música, jovens profissionais e estudantes de alto nível para um curso de Verão com professores de reconhecido mérito, nacional e internacional. O resultado do trabalho realizado surge em formato de pequenos concertos e espectáculos, apresentados à comunidade em espaços cheios de História, desta feita o Jardim da Palmeira e a Igreja dos Remédios de Évora.

No dia 26 de Julho, pelas 21h30, oportunidade para ver a estreia absoluta do filme “Geraldo e Samira – Uma Ópera Para Évora”. Este é o resultado da gravação do épico operático de tributo a esta cidade alentejana que fechou a edição de 2019 do Artes à Rua. Inspirados por toda a mitologia que rodeia os dois personagens Geraldo Sem Pavor e a moura Samira, e este período ímpar da História de Portugal, a Musicamera, o conceituado compositor português Amílcar Vasques-Dias e a libretista Helena da Nóbrega juntaram-se para conceber um espectáculo que conta com dezenas de cantores, actores, músicos e figurantes da cidade de Évora, sob a direcção musical do maestro Brian MacKay. Antes da exibição do filme que tem a autoria de Diogo Pessoa Andrade e Creative Visual, acontece ainda a cerimónia de oferta do Programa e DVD da ópera a todos os participantes.

A presença de Beethoven, no que é o ano do 250º aniversário do seu nascimento, será sentida no dia 28 de Julho, no mesmo local, oportunidade de assistir ao Concerto Coral / Sinfónico. Este momento conta com as participações de Daniela Matos, Laura Martins, Nélia Gonçalves, Aiofe Hiney, Almeno Gonçalves, Paulo Vetori, Luís Rendas Pereira, Pedro Correia e da Orquestra ZêzereArts composta pelos formandos e professores dos cursos dirigida por Brian MacKay. Do programa constam obras alusivas às anteriores edições do Festival como Glória de Vivaldi, Elegisher Gesang de Beethoven, Concerto de Koussevitsky, Ave Verum de Eurico Carrapatoso e de Mozart, Silêncio de David Miguel, Carmina Passiones de César Viana, três compositores residentes do festival, em vários anos.

No dia 30 de Julho, pelas 18h30, na Igreja dos Remédios teremos um Concerto de Música de Câmara. Os protagonistas são artistas e agrupamentos dos Cursos ZêzereArts irão tocar várias obras de música de Câmara com a pianista Taíssa Poliakova. Todo este concerto será preparado ao longo do Festival.

O concerto de encerramento desta programação, no dia 01 de Agosto, como é habitual, chega pela mão da Orquestra do Festival ZêzereArts - conta com os formandos e com os professores Eliot Lawson, Luís Pacheco Cunha, Jorge Alves, Catherine Strynckx, Adriano Aguiar - dirigida por Brian MacKay, com um alinhamento que inclui obras de Haendel, Beethoven e Schostakovich. Às 21h30 no Jardim da Palmeira.

Todos os espectáculos são de entrada gratuita. Os bilhetes podem ser levantados, por ordem de chegada, nos respectivos locais uma hora antes do seu início.
A lotação máxima é de 140 espectadores o que garante que estarão salvaguardadas todas as recomendações da Direcção Geral de Saúde.

O ZêzereArts nasceu em 2011 por iniciativa de Brian MacKay, director artístico do festival. Este é um dos projectos da Musicamera, uma das mais prestigiadas produtoras na área da música erudita em Portugal, que conta com o apoio da DGArtes.

CONTACTOS

Rua Ovídio Martins, 6
2855-355 Corroios, Portugal
geral@musicamera.pt
+351 217 165 158

REDES SOCIAIS

JOLY BRAGA SANTOS NOMEADO PARA OS PRÉMIOS PLAY

JOLY BRAGA SANTOS NOMEADO PARA OS PRÉMIOS PLAY

É com enorme felicidade e orgulho que anunciamos que o álbum Joly Braga Santos, Complete Chamber Music Vol. I. está nomeado para os Prémios Play - Prémios da Música Portuguesa, na categoria Melhor Álbum de Música Clássica / Erudita.

Este é o primeiro volume do repertório de Música de Câmara instrumental do grande sinfonista português e uma das figuras mais importantes da cultura portuguesa do séc. XX, o mesmo que conta com a interpretação do Quarteto Lopes-Graça.

Os Play são os prémios que desde o ano passado reconhecem a excelência da música nacional e serão transmitidos no dia 29 de Julho, às 21h00, em directo na RTP 1.

CONTACTOS

Rua Ovídio Martins, 6
2855-355 Corroios, Portugal
geral@musicamera.pt
+351 217 165 158

REDES SOCIAIS