25 de Junho 2021 | 21H00

Centro Cultural Ferreira do Zêzere

FICHA ARTÍSTICA

ELIOT LAWSON (Violino)

ORQUESTRA SINFONETTA DE BRAGA

BRIAN MACKAY (Direcção)

DESCOBRIR NORONHA

Por ocasião do bicentenário do seu nascimento, em terras vianenses, no âmbito deste projecto, estamos a promover a mais completa mostra de sempre da obra do compositor português Francisco de Sá Noronha. Autor de um importante projecto de ópera nacional, compôs duas óperas baseadas em obras de Garret - Beatriz de Portugal e O Arco de Sant’Ana – e foi criador de numerosas operetas, algumas delas muito ao gosto do Brasil, onde viveu intermitentemente cerca de 30 anos. Noronha foi também o nosso mais importante violinista virtuoso do século XIX.

Foram assim convidados 2 violinistas virtuosos  – um belga e um italiano – para promover o confronto da  sua obra para violino com a de outros mestres seus contemporâneos - Paganini, Vieuxtemps, e outros violinistas seus contemporâneos e obras portuguesas para violino de todas as épocas.

“Descobrir Noronha” cruza a sua vida aventurosa com a agitação do Liberalismo, período em que  Portugal descobre novos rumos. Será um ano em cheio e em contra-relógio para inscrever Noronha na nossa história colectiva.

Obras de Francisco de Sá Noronha, Santos Pinto e Joly Braga Santos.

PROGRAMA

SÁ NORONHA, Francisco [V. do Castelo, 1820 – Rio de Janeiro,1881]

Abertura da Opereta “Os Noivos” (Rio de Janeiro,1880)
Prelúdio - Valsa

Variações “Domino Noir”
para violino e orquestra sobre temas da ópera Le Domino Noir de Daniel Auber (1837)
partitura de orquestra recuperada por César Viana

Allegro de Concerto
para violino e orquestra
partitura de orquestra recuperada por César Viana

BRAGA-SANTOS, Joly [Lisboa, 1924 – 1988]
Concerto para Orquestra de Cordas, op. 17 (1951)
Largamente maestoso - Allegro
Adagio non troppo
Allegro ben marcato
SANTOS PINTO, Francisco [Lisboa, 1815 – 1860]
Abertura “O Crepúsculo”
para orquestra